A LocalBitcoins, exchange popular de negociação de Bitcoin (BTC), está supostamente suspendendo contas de usuário com pouco alarde, citando um "processo de compliance aprimorado".

A LocalBitcoins, com sede na Finlândia, uma das principais exchanges de criptomoeda ponto a ponto (P2P), supostamente suspendeu contas de usuário em alguns países da África, Oriente Médio e Ásia sem aviso prévio, com alguns usuários sendo incapazes de retirar seu Bitcoin, informou a Forbes em 25 de janeiro.

A LocalBitcoins não dá declarações públicas sobre o assunto

De acordo com o relatado, as primeiras reclamações começaram na semana passada, com usuários da LocalBitcoins em países como Afeganistão, Iraque, Nigéria, Síria e Paquistão alegando que não foram capazes de retirar seus Bitcoins sem excluir suas contas.

Como a LocalBitcoins não fez nenhum anúncio oficial sobre o assunto, o Cointelegraph pediu à empresa que fornecesse um comentário, mas não recebeu uma resposta imediata. Esta notícia será atualizada caso eles respondam. Enquanto isso, a LocalBitcoins twittou em 28 de janeiro que tinha um trabalho planejado de manutenção, que supostamente durou uma hora.

Aparente conexão com a nova lei AML da União Europeia

Após as suspensões, um dos supostos usuários afetados da LocalBitcoins sugeriu no Reddit que a ação deve estar relacionada à nova lei da União Européia contra a Lavagem de Dinheiro (AML), conhecida como 5a Diretiva Anti-Lavagem de Dinheiro (5AMLD). Em uma publicação de 28 de janeiro no Reddit, o usuário afirma que novas contas não podem enviar o Bitcoin que receberam em suas carteiras, enquanto o suporte ao cliente não está respondendo "de maneira alguma".

Em um post pessoal separado, em 22 de janeiro, o Redditor relatou o problema em detalhes, observando que os usuários que tiveram suas contas LocalBitcoins suspensas receberam a seguinte mensagem:

“Os clientes residentes ou localizados nos seguintes países precisam ter um processo aprimorado de compliance. Os países são definidos pela comissão da UE: Afeganistão, Samoa Americana, Bahamas, Botsuana, República Popular Democrática da Coréia, Etiópia, Gana, Guam, Iraque, Líbia, Nigéria, Paquistão, Panamá, Porto Rico, Samoa, Arábia Saudita, Sri Lanka , Síria, Trinidad e Tobago, Tunísia, Ilhas Virgens Americanas, Iêmen.”

Os usuários da LocalBitcoins precisam esperar 14 dias para ter acesso ao seu BTC

Outros Redditors relataram que os usuários afetados da LocalBitcoins terão que esperar pelo menos 14 dias para excluir suas contas e retirar seu Bitcoin. Um Redditor supostamente teve que solicitar a exclusão de sua conta para acessar sua criptomoeda, observando que ele provavelmente foi afetado pela nova política não anunciada da LocalBitcoins:

“É realmente triste ver que, embora eu tenha um status de Nível 2 totalmente verificado, minha conta foi suspensa, provavelmente porque estou em um dos países citados. [...] eu realmente espero receber meus BTC de volta depois de 14 dias. Enviei uma solicitação de exclusão de conta e recebi um e-mail de confirmação da equipe de suporte.”

Alguns usuários afetados afirmam que suas contas foram banidas sem motivo

Outro Redditor, que afirma representar um negócio relacionado a criptomoeda no Líbano, relatou que a LocalBitcoins suspendeu sua conta sem enviar nenhum email antes de a bloquear. Nader Dirany, cofundador de um negócio de criptomoeda local, reclamou que a suspensão da conta levou ao encerramento de todo o seu negócio, apesar de ele ter criado a conta há quase 3 anos, além de ter verificado sua conta com o passaporte.

Enquanto isso, o Bitcoin está se tornando cada vez mais importante no Líbano, em meio à intensificação da crise econômica no país, disse Dirany em um email para o Cointelegraph. Ele considerou injusta a decisão da LocalBitcoins (LBC) de suspender sua conta:

“Sinceramente, considero a decisão da LBC injusta e injustificada, e uma catástrofe para os meus negócios; especialmente pois me demiti em setembro de 2019 da minha posição como "consultor principal" em Utilities & Energy para me concentrar em ter um negócio online de criptomoeda, onde a plataforma LBC é considerada um dos seus principais pilares."

Os volumes de negociação de Bitcoins caíram mais de 50% de junho de 2019 ao início de janeiro de 2020

Fundada em 2012, a LocalBitcoins emergiu como uma das exchanges de Bitcoin mais populares por permitir transações P2P seguras diretamente entre o varejista e o cliente e sem o envolvimento de terceiros. No entanto, a popular exchange começou a observar uma queda notável nos volumes de negociação após encerrar abruptamente a opção dos usuários realizarem transações em dinheiro local em junho de 2019. Como a LocalBitcoins continuou a apertar suas políticas AML e KYC em 2019, seus volumes globais de negociação em Bitcoin foram gradualmente caindo para atingir uma baixa histórica no início de 2020. De acordo com dados do site de estatísticas Bitcoin Coin Dance, os volumes globais de negociação de Bitcoin na LocalBitcoins caíram mais de 50% desde setembro de 2019 até o início de janeiro de 2020.

Volume semanal global LocalBitcoins. Fonte: Coin Dance

As políticas AML e Know Your Customer  (KYC) da LocalBitcoins não são a única razão para o declínio maciço das negociações de BTC na plataforma. Em 10 de janeiro, a lei AML da União Europeia - 5AMLD - entrou em vigor oficialmente, forçando algumas empresas a interromper ou realocar operações antes do início de 2020.

Em uma entrevista em novembro de 2019, o CEO da LocalBitcoins, Sebastian Sonntag, disse que esperava que a situação do KYC se tornasse mais estável "nas próximas semanas", projetando que "as melhorias no fluxo de verificação também deveriam influenciar positivamente".