Empresa de criptomoeda dos EUA venceu uma pequena batalha judicial em um caso de fraude, mas o futuro ainda é incerto

A Blockvest, que atualmente está envolvida em um processo perigoso com a Comissão de Valores Mobiliários (SEC), obteve uma pequena vitória em um caso semelhante apresentado por um casal de idosos. No entanto, o processo judicial de 21 de janeiro sugere que isso se baseia em um detalhe técnico legal.

O caso contra a Blockvest foi aberto por Tommy e Christine Garrison, que alegaram que o projeto violava a lei e os regulamentos de valores mobiliários e se envolveram em conduta ilegal de negócios e abuso financeiro de idosos.

O casal entrou com o processo contra a Rosegold Investments e o Master Investment Group, as empresas por trás do projeto. Eles também citaram Reginald Buddy Ringgold, também conhecido como Rasool Abdul Rahim El, como réu.

Ringgold apresentou uma defesa, enquanto as empresas não responderam ao processo e foram responsabilizadas em 25 de setembro de 2019 por falta de oposição.

Em 21 de janeiro, o tribunal anulou a sentença de mora.

Ringgold ainda está com problemas

Os processos judiciais revelaram que a justificativa para a retratação era o fato de que as três entidades estavam intimamente relacionadas. Ringgold é o fundador e diretor administrativo de ambas as empresas, mas ele não fez parte do julgamento. A Blockvest ainda pode estar com problemas se não se defender.

Isso pode ser complicado, pois o projeto foi recentemente acusado pela SEC de falsificar evidências-chave. A comissão pediu um julgamento por omissão devido a sanções, que ainda não foram concedidas. Ambos os casos acusam a Blockvest de violar a regulamentação da SEC, o que significa que uma perda num caso conduziria provavelmente ao mesmo em outro.

A Blockvest realizou uma oferta inicial de moedas (ICO) de US$ 2,5 milhões antes de ser reprimida pela SEC. Enquanto o tribunal inicialmente tomou o seu lado, a decisão foi reconsiderada mais tarde.