Este é o segundo ano consecutivo em que novembro se tornou o pior mês para o Bitcoin (BTC) do ano.

Em 2018, o preço do Bitcoin caiu 36,18%. Enquanto este ano, o declínio foi de 17,51%. No entanto, dezembro é um mês importante a ser observado. Desde 2015, o Bitcoin subiu mais de 30% em dezembro. Se a história se repetir, os traders devem se preparar para algumas ações violentas neste mês.

Pelo menos cinco exchanges de criptomoedas chinesas interromperam ou encerraram as operações em novembro. Esta é a mais recente repressão ao comércio de criptomoedas na China, desde que proibiu os usuários de comprar criptomoedas com dinheiro em setembro de 2017.

Segundo dados da Chainalysis, a região Ásia-Pacífico, dominada pela China, ainda possui cerca de 20 das 50 principais exchanges globais de criptomoedas. Essas e xchangesrepresentaram cerca de 40% das transações de Bitcoin no primeiro semestre do ano. Portanto, os mercados de criptografia reagem fortemente a qualquer grande anúncio que sai da China.

Visualização semanal de dados de mercado de criptografia. Fonte: Coin360

Embora a ascensão e queda das criptomoedas continue a dominar os holofotes, também devemos ficar de olho nos benefícios da tecnologia blockchain para a sociedade.

Um estudo da Juniper Research mostra que a indústria de alimentos se beneficiará imensamente usando o blockchain em conjunto com sensores e rastreadores da Internet das Coisas (IoT). Essa mudança pode resultar em economia de até U$ 31 bilhões nos próximos cinco anos.

Os mercados podem se recuperar no último mês do ano? O que os gráficos dos melhores desempenhos dos últimos sete dias projetam? Vamos descobrir.

ATOM/USD

O Cosmos (ATOM) registrou enormes ganhos nos últimos sete dias, com uma alta de 19%. Durante a semana, a comunidade aprovou o upgrade do Cosmos hub 3, que provavelmente ocorrerá em 11 de dezembro. A altcoin pode continuar sua recuperação nos próximos dias ou enfrentará uma reserva de lucros? Vamos analisar seu gráfico.

Gráfico semanal ATOM / USD. Fonte: Tradingview

O par ATOM / USD está preso no intervalo de US$ 4,4389 a US$ 1,9101. Os otimistas falharam em impulsionar o preço acima do intervalo algumas semanas atrás. No entanto, a queda subseqüente abaixo de US$ 3 teve compras agressivas, o que levou o preço de volta à resistência. Este é um sinal positivo, pois mostra uma forte demanda em níveis mais baixos.

Nossa análise prevê que os traders tevem fazer mais uma tentativa de elevar o preço acima da resistência aérea. Se conseguirem, o par pode ganhar impulso e subir para US$ 7, que provavelmente atuará como uma forte resistência. Portanto, os traders podem comprar no fechamento (horário UTC) acima de US$ 4,4389 com um stop loss de US$ 2,60.

No entanto, se a alta não conseguir elevar o preço acima de US $ 4,4389, o preço poderá prolongar sua permanência dentro do intervalo por mais algumas semanas. O primeiro suporte negativo é de US$ 2,6218 e, abaixo, de US$ 1,9101.

TRX/USD

A exchange de criptomoedas Poloniex adquiriu a TRX Market, a maior exchange não custodial da rede Tron (TRX), por um valor não divulgado. Após a compra, a Poloniex renomeou o TRX Market como “Poloni DEX” e alterou o site para poloniex.org.

Gráfico semanal TRX / USDT. Fonte: Tradingview

O par TRX / USD está preso em uma ampla faixa entre US$ 0,041 no lado positivo e US$ 0,011240 no lado negativo. Atualmente, o preço está tentando recuperar o suporte menor próximo dos níveis de US$ 0,013.

Uma recuperação forte pode levar o preço a US$ 0,02340, o que provavelmente atrairá vendedores. Se o preço cair da resistência de sobrecarga, o par se consolidará entre US$ 0,013 e US$ 0,02340, enquanto uma fuga de US$ 0,02340 poderá impulsionar o preço para US$ 0,0410

Por outro lado, se o preço cair dos níveis atuais e cair abaixo de US$ 0,013, um novo teste de US$ 0,011240 estará no horizonte. A EMA de 20 semanas está caindo gradualmente e o RSI ainda está no território negativo, o que sugere que a tendência é de baixa. Não encontramos configurações de compra confiáveis, portanto, permanecemos neutros no par.

ADA/USD

A Fundação Cardano (ADA) e a plataforma fintech Coti, desenvolveram o AdaPay, um gateway de pagamento da ADA para comerciantes, que oferece liquidação "quase instantânea" em 35 moedas diretamente na conta bancária. Esse movimento aumentará os preços nas próximas semanas? Vamos estudar seu gráfico.

Gráfico semanal ADA / USDT. Fonte: Tradingview

Os otimistas tentaram defender o suporte em US$ 0,035778 nas últimas duas semanas. No entanto, com a EMA de 20 semanas inclinando para baixo e o RSI no território negativo, a tendêndia é de baixa.

Se a recuperação não superar a EMA de 20 semanas, os pessimistas tentarão diminuir o preço abaixo de US$ 0,035778. Se conseguirem, um novo teste de US$ 0,028271 estará à vista. Abaixo desse nível, a tendência de baixa será retomada.

O primeiro sinal de força será um movimento acima da EMA de 20 semanas. Tal movimento indicará uma rebatida em níveis mais baixos. O par ADA / USD ganhará impulso em uma fuga acima da zona de resistência de US$ 0,0560221 a US$ 0,065229.

EOS/USD

Seis do pool total de produtores de blocos do EOS estão sendo gerenciados por uma única entidade, de acordo com a EOS Block Producer EOS New York.

Isso novamente levantou a questão da centralização na comunidade EOS. No entanto, a altcoin ignorou as notícias e conseguiu subir cerca de 8% nos últimos sete dias. Ele pode estender sua disparada?

Gráfico semanal EOS / USD. Fonte: Tradingview

O par EOS / USD está recuperando o suporte crítico em US$ 2.4001. Esse é um sinal positivo, pois mostra que os compradores desejam acumular em níveis mais baixos. O preço agora pode subir para a linha de tendência de baixa.

Prevemos forte resistência na linha de tendência de baixa porque das últimas três vezes ela se manteve. Se o preço novamente inverter a direção da linha de tendência de baixa, os pessimistas tentarão afundá-lo abaixo de US$ 2,4001. Se conseguirem, é provável um novo teste em US$ 1,55.

Como alternativa, se os otimistas puderem impulsionar o preço acima da linha de tendência de baixa, pode ocorrer uma movimentação para US$ 4,8719. O par ganhará impulso em uma fuga acima deste nível.

XMR/USD

Algumas exchanges estão excluindo moedas centradas na privacidade para apaziguar os reguladores. A troca de criptomoedas BitBay, por exemplo, vai deslistar o Monero (XMR) em 19 de fevereiro do próximo ano.

A empresa de segurança Eset informou que os cibercriminosos usam os canais do YouTube para distribuir um módulo de mineração de criptomoedas Monero. No entanto, depois que a Eset informou o YouTube, os canais foram removidos. A publicação de tecnologia de negócios ZDNet informou que os hackers lançaram uma nova campanha de cryptojacking para direcionar pontos vulneráveis do Docker para implantar malware de criptografia para minerar de Monero.

Mesmo que o fluxo de notícias não tenha sido favorável, a altcoin acabou tendo o quinto melhor desempenho dos últimos sete dias. Os técnicos projetam mais uma fuga? Vamos descobrir.

Gráfico semanal XMR / USDT. Fonte: Tradingview

O par XMR / USD vem sendo negociado em um canal descendente nos últimos meses. Uma quebra do canal e as médias móveis serão o primeiro sinal de que a tendência de baixa pode ter terminado.

Se o preço fechar (horário UTC) acima das médias móveis, antecipamos uma movimentação para US$ 121,427. Portanto, os traders podem iniciar posições longas em caso de um fechamento (horário UTC) acima das médias móveis com stop loss abaixo de US$ 38.

No entanto, se o preço não sustentar acima do canal, os ursos tentarão afundar o par abaixo do suporte crítico em US$ 38,83. Este é um nível importante a ser observado, pois, se ceder, a tendência de baixa será retomada.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as visões da Cointelegraph. Todo movimento de investimento e negociação envolve risco; você deve conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Dados de mercado fornecidos pela exchange HitBTC.