As exchanges de criptomoedas, Mercado Bitcoin e Passfolio, anunciaram nesta terça-feira, 12, a listagem de 9 novas criptomoedas no total. No caso do Mercado Bitcoin, serão duas novas criptomoedas a Serum (SRM) e Harvest Farm (FARM). O destaque é o SRM que já subiu 38% desde o seu lançamento.

Já a Passfolio, adicionou sete novas criptomoedas na sua base para investidores brasileiros, a Maple Finance (MPL), DeFi Pulse Index (DPI), Index Cooperative (INDEX), Ribbon (RBN), Liquity (LQTY), Frax Share (FXS) e Frax (FRAX). Com destaque para o FXS que subiu mis de 612% desde o seu lançamento.

Conheça os tokens

Serum (SRM)

O Serum (SRM) é uma exchange (DEX) que possui como objetivo implantar um ecossistema que traz alta velocidade e baixos custos de transação para as finanças descentralizadas (DeFi), possibilitando a construção de aplicativos descentralizados (dApps) que poderão interagir com a plataforma.

SRM é um token de utilidade e governança do protocolo. Os detentores do token recebem redução de custos na plataforma e podem fornecer liquidez em troca do recebimento de taxas.

Os direitos de governança também são concedidos a usuários, de acordo com a quantidade de tokens em carteira, podendo ter direitos a votos ou fazer propostas a tesouraria. O projeto pretende lançar a função de staking. 

Harvest Farm (FARM)

O Harvest Finance é uma plataforma de gestão de ativos que busca maximizar o rendimento de ativos que são colocados na plataforma. Os cofres de protocolos na plataforma executam várias estratégias de cultivo de rendimento e os lucros são divididos entre os provedores de liquidez, recompensando os usuários que apostaram nesses cofres.

Para isso, o Harvest Finance atua como intermediário no processo de recolhimento de tokens em troca da utilização de diversas plataformas, economizando taxas de rede e melhorando os retornos por meio de mecanismos de composição automática, aumentando a taxa de juros a ser recebida pelos usuários.

Os detentores do token FARM podem votar em propostas de governança do protocolo dadas por qualquer usuário interessado. O protocolo pretende conceder aos titulares do token também o direito de reivindicar uma parte das taxas de transação no projeto. O FARM está inserido no universo DeFi, ao utilizar o sistema de smart contracts em sua plataforma.

Maple Finance (MPL)

Maple Finance é um mercado de capital institucional alimentado pela tecnologia blockchain. Com a missão de redefinir os mercados de capitais por meio de ativos digitais, a Maple expande a economia digital fornecendo empréstimos sem garantia para mutuários institucionais e oportunidades de renda fixa para credores. MPL é o token de governança do Maple Protocol.

Ele permite que os detentores participem da governança, ganhem taxas e participem dos Lending Pools. MPL herda o padrão de token ERC-20 para comportamento de token padrão e o padrão de token ERC-2222 para distribuição de lucros de USDC do Maple Treasury.

DeFi Pulse Index (DPI)

O DeFi Pulse Index é um índice de finanças descentralizadas que não é sintético ou derivado, mas sim você possui os tokens que compõem o índice ponderado por capitalização. O índice inclui 10 tokens: YFI, LEND, COMP, SNX, MKR, REN, KNC, LRC , BAL, REPv2O preço por token multiplicado pela oferta circulante determina o valor de mercado circulante.

Cada posição é ponderada por seu valor de mercado circulante relativo a outras posições no índice. O DeFI Pulse Index planeja expandir o índice para incluir mais Projetos DeFi quando ocorrerem rebalanceamentos subsequentes.

Index Cooperative (INDEX)

O Index Coop é um coletivo projetado para ajudar a criar, manter e aumentar os melhores índices de criptomoedas do mercado. O INDEX é um token de governança usado para votar em mudanças no Index Coop.

Os detentores do INDEX podem votar em atualizações de contratos inteligentes para o Index Coop, votar em novos produtos Index Coop, votar na alocação do tesouro Index Coop e muito mais.

Ribbon (RBN)

O Ribbon Finance é um protocolo que ajuda os usuários a acessar produtos estruturados de criptografia para DeFi. Ele combina opções, futuros e renda fixa para melhorar o perfil de risco-retorno de um portfólio.

Liquity (LQTY)

O Liquity é um protocolo de empréstimo descentralizado que permite aos usuários sacar empréstimos com juros de 0% contra o Ether usado como garantia. Os empréstimos são pagos em LUSD - uma stablecoin atrelada ao USD, e precisam manter uma taxa de garantia mínima de apenas 110%.

Frax Share (FXS)

O token Frax Share (FXS) é o token não estável de acumulação de valor no protocolo Frax. Destina-se a ser volátil e manter os direitos de governança e todo o excesso de garantias do sistema.

Frax (FRAX)

Frax tenta ser o primeiro protocolo de stablecoin a implementar princípios de design de ambos para criar um dinheiro on-chain altamente escalável, sem confiança, extremamente estável e ideologicamente puro.

O protocolo Frax é um sistema de dois tokens que engloba uma stablecoin, Frax (FRAX), e um token de governança, Frax Shares (FXS). O protocolo também possui contratos de pool que detêm garantias (na gênese USDT e USDC). Os pools podem ser adicionados ou removidos com governança.

LEIA MAIS