Exchanges detêm mais Bitcoin do que nunca; carteira da Coinbase se aproxima do 1 milhão de BTC

A exchange de criptomoedas dos Estados Unidos, Coinbase, em breve manterá um milhão de Bitcoins (BTC) em suas carteiras frias.

De acordo com dados do recurso de notícias e informações Longhash, divulgado em 23 de janeiro, as carteiras frias da Coinbase continham cerca de 970.000 BTC (US$ 8 bilhões) por volta de 1º de janeiro.

Algumas semanas semparam a Coinbase de 1 milhão de BTC

Se o crescimento atual continuar, a empresa alcançará a marca de 1.000.000 BTC em fevereiro.

Coinbase cold wallet balance, 2019-present

Saldo na carteira fria da Coinbase, 2019-presente. Fonte: Longhash

Os dados ressaltam as crescentes tendências de interação com o Bitcoin por meio de exchanges, com os números da Coinbase incluindo investidores privados e institucionais.

Conforme relatado pelo Cointelegraph, tentativas recentes de avaliar hábitos institucionais, quando se trata de armazenamento de Bitcoin, já apontavam firmemente que as exchanges eram o método escolhido pelos investidores.

Agora, apesar dos casos de hacks nas exchanges e outros perigos de confiar a terceiros sua riqueza em criptomoedas, parece que os consumidores em geral ainda preferem não controlar suas próprias moedas.

“Mais indivíduos e instituições precisam aprender a guardar suas próprias moedas”, resumiu Tales, apresentador do Crypt Podcast, em uma análise dos números da Coinbase em 23 de janeiro.

Incentivo ao próprio armazenamento das moedas

Com 30 milhões de usuários registrados desde o lançamento, o Longhash observa que a Coinbase é de longe a exchange com as maiores participações em Bitcoin, mas a maioria das principais plataformas de negociação está vendo seus saldos aumentarem.

Os defensores das criptomoedas há muito se irritam com este fenômeno que o Bitcoin enfrenta - confiar em alguém a sua riqueza é o equivalente a endossar o banco central.

Um esforço dedicado para inspirar os titulares de Bitcoin a remover suas moedas das exchanges e colocá-las em carteiras nas quais controlam as chaves privadas está agora em seu segundo ano.

Apesar do esforço publicitário por trás da Proof of Keys, no entanto, a análise de carteiras das exchanges, que formam vários dos endereços mais ricos em Bitcoin do mundo, mostra que o evento mais recente de 3 de janeiro não provocou retiradas em massa.

"O aparente domínio e crescimento constante da Coinbase pode ser porque atrai uma grande parcela de investidores de longo prazo / institucionais, que estão menos preocupados com as oscilações de preços de curto prazo", acrescentou o Longhash em uma sugestão de que as instituições confiam nas exchanges com custódia.