'Eu tinha 5 Bitcoins na Atlas, R$ 13 mil na Unick e R$ 10 mil na Bitrading888, perdi mas tenho esperança' diz investidor

Um investidor que afirma ter diploma superior em TI usou um grupo de clientes da Atlas Quantum no Telegram para fazer um desabafo sobre o quanto acabou 'perdendo' em 2019 por conta de saques bloqueados em empresas como a Unick Forex, que é a acusada de pirâmide financeira, Bitrading888 e Atlas Quantum.

Contudo, apesar da 'falta de sorte' em 2019 o investidor mantém a esperança de reaver suas criptomoedas e investimentos.

"Eu mesmo to f...., 5 bitcoins na Atlas, R$ 10 mil na Bitrading888, R$ 13 mil na Unick Forex. Tenho esperança de receber de todas. Não sei como ainda, mas vou tentar. Não vou desistir", declarou.

O investidor declarou ainda que a aplicação em três empresas diferentes foi feita para "diversificar o investimento" e diminuir o risco de perder tudo, contudo,' ironia do destino', a estratégia talvez não tenha sido tão exitosa.

Segundo o investidor ele mesmo tinha receio sobre as atividades da Unick Forex e Bitrading888 e por isso tinha 80% de seu capital custodiado na Atlas Quantum que parecia ser uma plataforma mais segura, segundo declarou, porém seu capital, assim como o de  diversos investidores continua 'retido' pela empresa que, desde agosto de 2019 não vem cumprindo as solicitações de saque de seus clientes.

"Por isso tinha optado em deixar os meus bitcoins na Atlas e ficar com algo mais seguro. Mas aí a atlas me f.... As outras eu já mais ou menos imaginava que seriam fraudes, não tinha 100% de certeza.  Mais a Atlas não imaginei. Tonto é que deixei 80% do meu dinheiro nela", desabafou.

De fato, no caso da Unick Forex a empresa foi alvo da Operação Lamanai da Polícia Federal. Cerca de 13 pessoas ligadas a empresa continuam presas desde a operação que ocorreu no ano passado. Além disso, mais de 1500 Bitcoins foram apreendidos pelas autoridades, junto com veículos de luxo, dinheiro e valores em contas correntes. Até o momento não há informações se o valor apreendido será usado para ressarcir os clientes.

Já no caso da Bitrading888 a empresa oferece planos de investimento no Brasil alegando que realiza operações com Bitcoin e criptomoedas, contudo a empresa não tem autorização ou dispensa da Comissão de Valores Mobiliários, (CVM) para atuar e assim como o investidor da reportagem outros clientes têm relatado dificuldades para sacar os valores custodiados na plataforma.

Contudo o investidor pode ter uma notícia positiva em breve já que a Atlas Quantum, plataforma que afirma realizar arbitragem de Bitcoin, informou que lançará em breve uma nova plataforma para a qual migrará o saldo de seus clientes para que eles possam negociar os bitcoins custodiados pela empresa e, segundo o anúncio, haverá um desbloqueio dos saques. mas a Atlas não forneceu mais detalhes.

"Segue o Baile. Eu continuo com meu diploma de nível superior em TI (...) Bora para outra", finalizou.

Como vem acompanhando o Cointelegraph, a nova plataforma da Atlas, que vem sendo chamada até agora de "Novo Quantum", seria parte do "Projeto Fênix" anunciado pela empresa no ano passado e que promete resolver a crise na Atlas Quantum e permitir que a empresa retome o crescimento.

Dentro desta iniciativa a Atlas anunciou uma mudança de endereço, a demissão de funcionários, o fim do atual aplicativo e a criação de uma "linha private", no qual comercializa seu famoso robô de trade para que usuários possam 'rodar' a aplicação direto em suas contas nas exchanges, sem a necessidade de enviar os criptoativos para outra plataforma. O investimento mínimo neste caso é 1 Bitcoin.

Recentemente a Atlas também destacou que atendeu, parcialmente, cerca de 54 solicitações de saque na AnubisTrade, plataforma comprada pela Atlas em 2019 e que também estava com saques atrasados. 

Confira mais notícias