Cidade de Zermatt, na Suíça, agora aceita pagamentos de impostos com Bitcoin

O município de Zermatt, na Suíça - sede do icônico Matterhorn - agora é o segundo local na Suíça, onde os contribuintes são oficialmente autorizados a pagar seus impostos com Bitcoin (BTC).

Para desbloquear a nova opção de pagamento de impostos, as autoridades de Zermatt fizeram parceria com a principal empresa de serviços financeiros criptográficos da Suíça, a Bitcoin Suisse.

Bitcoin Suisse vai converter Bitcoin em francos suíços

De acordo com um anúncio da Bitcoin Suisse, a cidade de Zermatt começou a aceitar Bitcoin como meio de pagamento de impostos e transações locais em 28 de janeiro de 2020.

Em parceria com a Bitcoin Suisse, as autoridades de Zermatt agora podem converter o Bitcoin dos contribuintes em francos suíços através da Bitcoin Suisse, que transfere o valor em moeda fiduciária para a conta bancária do município.

Os contribuintes podem pagar online ou através do dispositivo de ponto de venda da Bitcoin Suisse

Especificamente, os contribuintes poderão pagar seus impostos com Bitcoin por meio de uma ferramenta de ponto de venda instalada na prefeitura de Zermatt ou em um portal de pagamentos online. No entanto, para pagar impostos com Bitcoin, os contribuintes terão que solicitar diretamente ao Escritório de Imposto de Zermatt uma solução de pagamento criptográfico, observa o anúncio.

Romy Biner-Hauser, o prefeito de Zermatt, destacou que a nova opção de pagamento de impostos visa atender ao aumento da demanda por pagamentos de impostos baseados em criptomoeda:

"Um espírito inovador e pioneiro é uma das marcas registradas de Zermatt, e é por isso que estamos felizes em apoiar os residentes no fornecimento das soluções necessárias."

A cidade de Zug se tornou a primeira na Suíça a aceitar pagamentos em Bitcoin em 2016, disse a Bitcoin Suisse. Conforme relatado pelo Cointelegraph, a capital do "Vale Cripto" da Suíça começou a aceitar pagamentos em Bitcoin por determinados serviços da cidade, como serviços públicos, em maio de 2016. O pagamento teria sido limitado a 200 francos em Bitcoin.

Enquanto a Suíça continua a expandir sua indústria de serviços de cripto-finanças em termos de pagamentos de impostos alimentados por Bitcoin, algumas autoridades globais recentemente consideraram essa opção muito arriscada devido à alta volatilidade do Bitcoin.

Em 8 de janeiro, os legisladores do estado de New Hampshire, nos Estados Unidos, retiraram um projeto de lei que permitiria que as agências estaduais aceitassem criptomoeda como pagamento de impostos. Segundo os legisladores, a iniciativa foi "inconveniente para legislar", já que o preço do Bitcoin não é estável.