Empresa de mediação de disputas em blockchain quer figurar na Bolsa de Londres

Uma empresa que usa contratos inteligentes para gerenciar arbitragem e resolução de disputas em torno de transações de blockchain anunciou em 17 de janeiro sua intenção de ser listada no mercado principal da bolsa de valores de Londres.

A Proof of Trust Ltd não forneceu detalhes financeiros ou cronograma para a listagem, mas o CEO Dean Armstrong disse que a empresa estava entusiasmada com a perspectiva da listagem e “espera poder oferecer aos investidores a oportunidade de compartilhar este projeto de inovação."

Protocolo de garantia para smart contracts e transações em blockchain

A empresa descreve sua tecnologia como o primeiro "protocolo de seguro para transações em blockchain e contratos inteligentes". A empresa declara:

"A Proof of Trust possui as patentes mundiais de um protocolo que facilita a resolução clara de disputas com base em disputas inteligentes de contratos, que são altamente eficientes tanto em termos de velocidade quanto de uso de recursos".

O sistema também fornece um algoritmo anticolusão para garantir a autenticidade dos dados usados para executar contratos inteligentes.

A Proof of Trust alega que o protocolo chamou a atenção dos principais governos e corporações em todo o mundo e foi apresentado a vários primeiros ministros.

London Stock Exchange traz reconhecimento

Uma razão para as empresas relacionadas a criptomoedas e blockchain procurarem uma listagem na LSE e bolsas similares é o reconhecimento conquistado com a listagem. A indústria de criptomoedas há muito sofre com uma má reputação nos círculos financeiros tradicionais, e a falta de regulamentação durante o boom inicial da oferta de moedas não fez nada para aliviá-la.

Mais e mais empresas de criptografia estão optando por seguir a rota mais tradicional de ter uma oferta pública inicial de ações em uma grande bolsa de valores.

A primeira empresa de criptografia a ter um IPO no LSE vem se saindo muito bem ultimamente. Como a Cointelegraph informou em setembro, a Argo Mining adicionou 1.000 novas máquinas de mineração e viu seu preço das ações quase triplicar desde maio de 2019, atingindo 9,50 libras (US$ 11,85) por ação. Desde então, o preço das ações recuou, mas ainda é de 7,15 libras (US$ 9,32) no momento.