A exchange de derivativos de Bitcoin (BTC) BitMEX caiu para o terceiro lugar no volume de negociação de 24 horas para futuros de Bitcoin.

Dados da análise do Skew em 23 de março revelam que a gigante dos derivativos, fundada por Arthur Hayes, reportou US$ 2,45 bilhões em volume futuro de 24 horas, contra US$ 2,48 bilhões da Binance e US $ 3,08 da OKex no mesmo período.

Volumes de negociação de 24 horas para contratos futuros de Bitcoin nas principais exchanges. Fonte: skew.com

Tendências de médio prazo

No início deste mês, o interesse aberto agregado no contrato futuro da BitMEX teve uma queda acentuada de US$ 1,2 bilhão em 12 de março, para US$ 745 milhões no dia seguinte, e para US$ 607 milhões em 13 de março.

Interesse em futuros agregados de BTC nas principais exchanges, de 23 de fevereiro a 22 de março. Fonte: skew.com

Embora essa forte desaceleração tenha sido refletida nas plataformas de negociação de futuros de Bitcoin, em 22 de março, os juros abertos na BitMEX permaneceram 55% menores que 12 de março - US$ 535 milhões - e 64% menores no mês, desde 23 de fevereiro.

Em comparação, os juros em aberto da Binance e da OKex caíram 27% e 43% desde 12 de março, respectivamente, e 47% e 61%, desde 23 de fevereiro.

Enquanto todas as plataformas aparentemente foram atingidas em meio à desaceleração do mercado global acionada pelo coronavírus, as perdas relativamente mais acentuadas da BitMEX foram mais acentuadas.

O relatório mensal da Binance publicado em 26 de fevereiro havia revelado uma forte tendência de alta nos volumes de negociação nos contratos perpétuos futuros da exchange para janeiro de 2020.

O relatório revelou um aumento de 85% no volume em relação ao mês anterior, com uma média diária de US$ 1,7 bilhão e um volume mais alto em um único dia de US$ 3,5 bilhões em 14 de janeiro.

Uma semana de controvérsia

Além das perdas de volume, a BitMEX está envolvida nesta semana em uma controvérsia sobre um evento de liquidação em massa em sua plataforma, durante o qual o BTC / USD caiu 60%.

Em meio ao que alguns diagnosticaram como uma chamada de margem em cascata, a plataforma ficou offline por aproximadamente 35 minutos - com alguns traders acusando-a de jogo sujo.

A BitMEX continua a enfrentar questões sobre porque seu considerável fundo de seguros - contendo mais de 35.000 BTC - não foi usado para ajudar durante o incidente.