Em meio ao caos do mercado global, vários fundos de seguros de Bitcoin (BTC) e de criptomoeda estão mostrando sinais de severa tensão.

Em 13 de março, a exchange de derivativos Deribit registrou uma queda chocante no saldo de seu fundo de seguros Bitcoin, passando de 391 BTC para 183 BTC (-53%) em um período de três dias.

Saldo do fundo de seguro BTC da Deribit. Fonte: deribit.com

O saldo dos fundos de seguros da Binance caiu 50% da noite para o dia

Hoje, o Binance Insurance Fund divulgou uma atualização no Twitter, revelando que havia usado mais de US$ 6.000.000 nas últimas 24 horas para reduzir a desalavancagem automática (ADLs) em sua plataforma.

"Caso o fundo de seguro continue a esgotar-se, injetaremos novos fundos e continuaremos protegendo nossos usuários", prometeu a exchange.

Saldo do Fundo de Seguro Binance, em Tether (USDT). Fonte: @binance, 13 de março

Os dados da Binance revelam que seu fundo de seguros caiu mais da metade da noite para o dia, passando de 12.864 Tether (USDT) para 6.227 entre 12 e 13 de março.

A Binance não respondeu imediatamente ao pedido de comentário do Cointelegraph.

Fundos de seguros em todo o setor

Entre 11 e 12 de março, os dados da plataforma de negociação de derivativos de criptomoeda BitMEX, indicam que seu fundo de seguro diário caiu pouco - de 35.508 BTC para 33.881 BTC.

Até o momento, o saldo do fundo ainda não foi atualizado para 13 de março, impedindo qualquer avaliação conclusiva do impacto da turbulência dos mercados.

Os dados da exchange OKex mostram que 1.009,5 BTC foram depositados no seu Insurance Fund, com 475,2 BTC retirados posteriormente para cobrir uma uma possível falência.

Entre 24 de fevereiro e 9 de março, nenhum saque do fundo foi feito.

O saldo do Bitcoin Insurance Fund da Huobi, enquanto isso, mostra um aumento entre 12 e 13 de março, de 1.121 BTC para 1.327 BTC.

A exchange, no entanto, não fornece um detalhamento dos dados que revelariam o padrão de saques e depósitos no mesmo período.

Lendo os sinais

Já em janeiro, o proeminente defensor do Bitcoin, Andreas Antonopoulos, previa estranhamente o cenário de turbulência financeira desta semana e seu provável impacto nos mercados de criptomoeda.

"Quando as pessoas ficam assustadas, quando há uma recessão assim, elas retiram seus investimentos e também retiram das criptomoedas", disse ele na época.

Nesta semana, vários mercados tradicionais sofreram os piores golpes desde 1987, e o Bitcoin seguiu em queda de 60%, para mínimos de cerca de US $ 3.600 em algumas bolsas.

Alguns, principalmente Edward Snowden, estão ponderando se querem comprar o grande mergulho. Ele twittou hoje mais cedo que:

“Esta é a primeira vez em algum tempo que tenho vontade de comprar Bitcoin. Essa queda foi muito pânico para muito pouco."

Até o momento, o Bitcoin estava sendo negociado em US$ 5.611, queda de 7,3% no dia, de acordo com o Índice de Preços Bitcoin do Cointelegraph.