O preço do Bitcoin (BTC) caiu abruptamente em 29 de setembro de US$ 10.950 para US$ 10.630 durante a noite, registrando uma queda de 3%. Após a rejeição de US$ 11.000, o sentimento dos traders permanece misto.

Alguns estão cautelosamente otimistas sob a premissa de que o BTC vai recuperar o nível de US$ 10.700. Tecnicamente, analistas dizem que a área de US$ 10,7 mil é um ponto fundamental para o Bitcoin no curto prazo.

Outros dizem que a tendência de preço do BTC se inverteu no curto prazo após sua rejeição. A intensa reação do Bitcoin a um nível de resistência crucial de US$ 11.000 representa uma ameaça de um recuo maior.

Cautelosamente otimista: o que o Bitcoin precisa fazer para se recuperar

De acordo com o trader conhecido pelo pseudônimo “Byzantine General”, existem três níveis-chave macro para o Bitcoin.

Os três níveis estão em US$ 10.700, US$ 9.800 e US$ 11.800, com US$ 10,7k representando um obstáculo de curto prazo para o BTC. O trader disse:

“10700 parece ser um nível chave. 9800 e 11800 são os 2 outros níveis importantes mais próximos.”

Se o Bitcoin recuperar de forma convincente os US$ 10.700, aumentaria a probabilidade de um novo teste de US$ 11.800 em outubro. Uma nova vela mensal apareceria em 1º de outubro, e um pico de preço com a abertura do mercado poderia ocorrer.

O gráfico de preços do Bitcoin com níveis-chave. Source: Byzantine General

Mas se o BTC não permanecer acima de US$ 10.700, aumentariam as chances de se ver US$ 9.800. Isso também tornaria o reteste do gap da CME de US$ 9.600 altamente provável, se o BTC fosse rejeitar US$ 10.700.

O cenário pessimista do curto prazo

Outro trader de Bitcoin conhecido pelo pseudônimo “Benjamin Blunts” prevê a “rejeição selvagem” causando uma correção maior.

Ele disse que a recente rejeição do Bitcoin em US$ 10.950 atingiu um nível de Fibonacci crítico. Na análise técnica, os níveis na sequência de Fibonacci são considerados áreas essenciais para uma possível reversão de tendência.

O trader disse que uma queda abaixo de US$ 10.000, possivelmente para a faixa de suporte de US$ 9.600 a US$ 9.800, pode acontecer. Ele disse:

“Como um relógio, um toque de 0,78 para o BTC e a rejeição selvagem dele. esperando uma nova mínima abaixo de 9,5k a partir daqui, no entanto, estou estou fazendo short de ETH porque acho que ele vai cair mais. não se engane, esta é uma tendência clara de baixa, de volta aos estábulos de novo. ”

No topo da rejeição pessimista, os indicadores on-chain e a atividade da rede sinalizam um pessimismo de curto prazo. Pesquisadores da Santiment disseram que a atividade de endereços na blockchain do Bitcoin está diminuindo.

O número de endereços Bitcoin ativos diminui. Fonte: Santiment

O declínio dos fundamentos concomitante a uma intensificação da incerteza do mercado pode causar níveis elevados de pressão de venda. Os pesquisadores disseram:

“Por que o $ BTC continua tendo quedas sempre que nos aproximamos de $ 11k? Nosso modelo de Divergência DAA indica que a rede está vendo uma grave falta de atividade de endereços. Hoje é a quinta produção mais baixa nos últimos 6 meses. ”

Normalmente, indicadores e métricas on-chain são sinais de médio a longo prazo e muitas vezes não representam com precisão as tendências de preços no curto prazo. Portanto, no curto prazo, o preço do Bitcoin provavelmente dependeria de ele retestar US$ 11.000 ou correria o risco de cair para US$ 10.000.

No entanto, outros analistas estão vendo sinais de alta. O indicador da faixa de dificuldade hash, por exemplo, tem sinalizado uma “zona de compra” para o Bitcoin, o que sustenta o argumento de um otimimismo de médio prazo para o BTC.

LEIA MAIS: