O passado tem a ver com o futuro, e o futuro tem a ver com blockchains.

Levando isso em consideração, a Adazul Brasil Pool, uma pool brasileira da criptomoeda Cardano, decidiu participar de uma ação em uma cidade no Rio Grande do Sul que homenageia um historiador que possui grande contribuição para o estado.

A ação vai acontecer no dia 03 de abril no Museu Fragmentos do Tempo na cidade da Mata, exatamente 200 anos depois do dia que passou por ali o botânico, Saint-Hilaire.

Saint-Hilaire, um botânico, naturalista e explorador francês cuja presença ainda é comemorada no Rio Grande do Sul.

Suas pesquisas e estudos que reuniram mais de 30 mil amostras de plantas e animais que ainda são estudados por profissionais da área, sendo que muitas das suas catalogações foram descritas pela primeira vez na história em seus livros.

Uma dessas descobertas é a erva-mate. A erva-mate, um dos maiores símbolos do Rio Grande do Sul, foi descoberta e catalogada por Saint-Hilaire.

Cardano e Saint-Hilaire

Há uma grande ligação entre a pool e Saint-Hilaire, visto que o explorador possui como uma das características principais o fato de ser botânico e naturalista, estando completamente relacionado a um dos ambiciosos objetivos da pool: levantar US$ 2.000 dólares até o final de 2021 para ONGs e indivíduos que visam proteger o meio ambiente ou auxiliam a preservar espécies animais ameaçadas de extinção.

Nessa homenagem terá o lançamento de um busto de Saint-Hilaire feito pela comunidade e o enterro de uma cápsula do tempo logo abaixo dele.

O objetivo dessa ação é retratar como é a vida hoje, nossos costumes e tecnologias, para então enterrá-las como forma de repassar para o futuro um pequeno fragmento do tempo.

A homenagem vai se passar em um dos locais comprovados que o explorador acampou e dormiu durante suas explorações e passagem próximo a cidade da Mata.

Somente daqui cinquenta anos, ou seja, no ano de 2071, mais precisamente na data 03/04/2071 a cápsula será aberta e todas as memórias nela inseridas serão revistas ao público. A Adazul Brasil Pool participará da ação com duas cartas escritas pelos operadores e apoiadores.

As cartas foram assinadas por cada responsável e adicionadas na Blockchain da cardano onde viverão pela eternidade, imutáveis. Os mesmos arquivos das cartas que foram adicionadas e criptografadas na blockchain serão impressos e enterrados na cápsula como uma simbologia física dos artefatos.

LEIA MAIS