Um relatório de 5 de junho compilado pela CryptoCompare e compartilhado pela BitMEX Research mostra que uma tendência positiva nos volumes de troca de criptomoedas começou em 2020, embora a participação de mercado da USD Coin (USDC) tenha caído em maio.

O relatório analisou as tendências do volume de câmbio em 2020, levando em consideração tanto o spot quanto os derivativos. Como o Cointelegraph noticiou anteriormente, os derivativos e, principalmente, as opções ganharam participação de mercado nos últimos meses.

Da mesma forma, os volumes de negociação à vista tiveram um forte aumento desde janeiro de 2020.

Fonte: CryptoCompare

O volume nas exchanges de primeira linha, uma categoria que busca excluir o ruído dos volumes falsos em exchanges, quase dobrou em janeiro e continuou registrando crescimento nos meses subseqüentes.

Março registrou o maior volume já registrado em 2020, principalmente devido ao evento de extrema volatilidade da Quinta-Feira Negra. Em abril, houve uma queda acentuada, provavelmente estimulada pelas incerteza resultante da pandemia de coronavírus.

Em maio, os mercados retomaram o crescimento - tanto em preço quanto em volume, com o Bitcoin (BTC) atingindo a marca de US $ 10.000 em várias ocasiões.

Exchanges de nível inferior "dominam"

Fonte: CryptoCompare

Uma comparação de volume entre as exchange de nível superior e inferior mostra que estas detêm ostensivamente a maioria do volume de negociação, com seus números aumentando constantemente desde 2018.

As estatísticas diárias mostram que seu volume tende a acompanhar muito bem as exchanges de nível superior, com os principais aumentos de liquidez refletidos nos dois tipos de exchanges.

Fonte: CryptoCompare

Embora parte disso possa resultar de atividade real, isso também pode dever-se a táticas mais sofisticadas empregadas após o relatório Bitwise de maio de 2019, que destacou que as exchanges com volume falso tendem a mostrar padrões de negociação muito mais uniformes.

Como o Cointelegraph noticiou anteriormente, as exchanges de níveis mais baixos geralmente se adaptam em resposta às novas métricas introduzidas pelos agregadores de preços.

Negociação de USDC colapsa

Enquanto o mercado como um todo está se recuperando, os volumes de negociação da USD Coin com Bitcoin caíram depois de atingir um pico em fevereiro.

Fonte: CryptoCompare

Conforme destacado pelo CryptoCompare, o USDC e o Paxos (PAX) sofreram um colapso espetacular no volume de BTC em apenas um mês:

"Os mercados BTC / USDC e BTC / PAX negociaram 0,18 milhão BTC (queda de 78%) e 0,03 milhão BTC (queda de 97%), respectivamente, em maio".

Para a Paxos, a perda é parcialmente compensada pela mudança no sentido de fornecer uma solução de stablecoin de marca branca, empregada, entre outros, pela Binance USD.

O USDC, a segunda maior stablecoin em capitalização de mercado, é um projeto conjunto da Coinbase e Circle.

Embora seja uma das stablecoins mais usadas nas finanças descentralizadas do Ethereum, os dados do CoinMarketCap mostram que a maior parte de seu volume ainda vem de pares de negociação de Bitcoin.

Essa perda de participação de mercado pode ajudar a explicar a recente redução dos juros do USDC Rewards na Coinbase, de 1,25% para 0,15%. Embora a Coinbase não tenha explicado a razão por trás dessa queda de 88%, é possível que a bolsa quisesse estimular seus titulares a negociar a moeda ou, alternativamente, esse volume em queda tornou o esquema de recompensa insustentável.

LEIA MAIS