Nas últimas semanas, o número de endereços de Bitcoin (BTC) com mais de 1.000 BTC - muitas vezes chamados de “baleias” - aumentou rapidamente para cerca de 2.088. Essa tendência começou logo depois que o preço do Bitcoin caiu para US$ 3.600 em março.

Os números são relevantes porque os dados históricos sugerem que o acúmulo agressivo de grandes investidores é normalmente um sinal de um novo ciclo de alta.

Ao longo dos últimos seis anos, o Bitcoin viu períodos de correlação inversa entre as fases de acumulação de "baleias" e o preço do BTC. Sempre que o número de endereços com quantidades substanciais de BTC diminuía, o preço do BTC diminuía.

Dados positivos on-chain geram otimismo para o Bitcoin

As baleias tendem a seguir as áreas de maior liquidez, pois lidam com grandes quantidades de Bitcoin. Dessa forma, quando as baleias acreditam que o preço do BTC atingiu um pico, elas vendem rapidamente, fazendo com que o número de grandes endereços com BTC caia.

Por exemplo, no início de 2018, depois que o preço do Bitcoin atingiu US$ 20.000, o número de endereços de Bitcoin com 1.000 BTC (US$ 11 milhões) caiu para níveis nunca vistos desde 2014.

Outra métrica da rede que não se limita às "baleias" sugere que os investidores geralmente estão acumulando mais Bitcoin do que antes. A Glassnode descobriu que endereços que nunca gastaram BTC, mas estiveram ativos nos últimos sete anos, aumentaram visivelmente desde 2018. Os pesquisadores escreveram:

“Existem mais de 500.000 "endereços de acumulação" de #Bitcoin com um total de 2,6 milhões de $BTC (~ 14%) Endereços de acumulação: 2+ txs de entrada [transações], nunca gastos, estiveram ativos nos últimos 7 anos (representando moedas perdidas), exchanges e mineradores estão excluídos.”

O número de endereços de acumulação de Bitcoin. Fonte: Glassnode

Embora ambos os dados sejam reconhecidos como tendências de alta, também é importante observar que eles aumentaram de forma consistente nos últimos dez anos.

É difícil determinar se esses dados são um bom presságio para o ciclo de preços de curto prazo do BTC. No entanto, isso sugere uma tendência de crescimento saudável de longo prazo para o Bitcoin.

Os fundamentos complementam dados on-chain sólidos, o que vem a seguir?

Além de dados que sugerem uma fase de acumulação para o Bitcoin, vários fatores fundamentais sinalizam estabilidade em vários setores.

A taxa de hash da rede blockchain do Bitcoin está continuamente atingindo recordes, apesar do halving em 11 de maio. Isso indica que o preço do BTC é alto o suficiente para que os mineradores continuem lucrativos.

Saldo de Bitcoin e Ether nas exchanges. Fonte: Glassnode

A atividade de negociação nas principais exchanges e mercados regulamentados de futuros, como a CME, também permanece alta. Mas, as reservas de BTC nas exchanges caíram significativamente em comparação aos ciclos de alta anteriores.

A tendência de alta atividade de negociação e baixas reservas de BTC sugerem que os investidores provavelmente estão comprando BTC nas exchanges ao invés de vendê-los. Rafael Schultze-Kraft, diretor técnico da Glassnode, disse:

“Variação acumulada dos saldos das exchanges: BTC: -9,6%, ETH: + 10,4%.”

Como a maioria dos investidores de varejo usa exchanges de criptomoedas à vista, enquanto as instituições usam plataformas de investimento regulamentadas e algumas "baleias" usam exchanges de balcão, os dados sugerem que tanto o varejo quanto as "baleias" parecem estar acumulando Bitcoin.

Leia mais: