Um funcionário público dos Estados Unidos foi flagrado roubando energia elétrica para minerar Bitcoin. 

O funcionário desviou cerca de 6.000 dólares em energia elétrica, segundo o pplware.

O Cointelegraph já havia publicado que um morador de Los Angeles minera Bitcoin com eletricidade gratuita da Starbucks, usando um minerador portátil construído por ele.

Ao contrário dele, que usava a energia gratuita, desta vez, a mineração foi feita por um funcionário público do condado de Suffolk, em Nova Iorque, que acabou por ser preso. 

Segundo os detalhes revelados pela NBC News, o funcionário é supervisor de TI, e deu um prejuízo ao condado de 6.000 dólares em energia.

O funcionário foi acusado de usar o seu local de trabalho para instalar dezenas de equipamentos de mineração de criptomoedas no escritório do secretário municipal.

Segundo a justiça local, o funcionário, que trabalha para o condado desde 2000, instalou 46 placas de mineração em vários locais. E tudo indica que alguns equipamentos já estavam instalados desde fevereiro.

Com estes crimes, o funcionário poderá ser condenado até 15 anos de prisão.

LEIA TAMBÉM