A Tesla anunciou nesta quinta-feira que seus cerca de 43.200 Bitcoins (BTC) hoje valem quase US$ 2,5 bilhões. A empresa comprou cerca de US$ 1,5 bilhão em Bitcoin em fevereiro, quando adicionou o Bitcoin pela primeira vez a seu balanço patrimonial. Logo em seguida, a montadora recuou e suspendeu a opção de pagamentos em Bitcoins para os carros da empresa.

Uma relação de amor e ódio entre Musk e o Bitcoin

O bilionário sul-africano dono da Tesla, Elon Musk, emergiu como um importante influenciador de preços de algumas criptomoedas no Twitter. Seus tweets atraem atenções de toda a comunidade cripto na rede e acabaram muitas vezes levando a movimentos massivos de preços de tokens como Shiba Inu (SHIB), Dogecoin (DOGE), bem como Bitcoin. 

O CEO da Tesla foi amplamente criticado após suspender a opção de pagamentos BTC da Tesla devido a supostas preocupações ambientais sobre a mineração de Bitcoin em maio de 2021. A iniciativa levou o mercado de criptomoedas a debater a sustentabilidade na mineração e até a criar um consórcio para tratar do tema.

No começo do ano, Musk havia causado enorme otimismo no mercado de criptomoedas ao anunciar uma compra de Bitcoins de US$ 1,5 bilhão em fevereiro. Como o mercado funciona baseado em rumores, quando foi anunciada a aceitação do Bitcoin como meio de pagamento, o Bitcoin subiu, subsequentemente, quando o Bitcoin foi suspenso pela Tesla, a criptomoeda caiu, segundo dados da CNBC.

Fonte: CNBC

No segundo trimestre, a Tesla vendeu 10% de suas participações em Bitcoin a um preço médio de cerca de US$ 50.000 por unidade. O CEO Elon Musk tweetou para esclarecer que a Tesla vendeu 10% de suas participações no para provar a liquidez e a viabilidade do ativo como uma alternativa ao dinheiro em seu balanço patrimonial. 

Em seu relatório de ganhos do segundo trimestre, a Tesla anunciou que registrou ganhos no valor de US$ 128 milhões com a venda de Bitcoin. A Tesla, portanto, ganhou aproximadamente 65% ou US$ 1 bilhão desde seu investimento inicial em Bitcoin. O seria equivalente a sua receita com a venda de 201.250 carros no segundo trimestre. 

Fonte: Yahoo! Finance

Comparando as performances do Bitcoin e das ações da Tesla nos últimos 6 meses, percebe-se claramente que foi mais lucrativo para a Tesla "holdar" Bitcoin que vender carros.

LEIA MAIS