A Bloomberg anunciou a expansão de sua cobertura do mercado de dados de criptomoedas no Terminal Bloomberg para incluir os 50 principais criptoativos, incluindo Bitcoin, Ethereum, Binance Coin, XRP, Solana, Dogecoin, Shiba Inu, entre outras.

“Nossa missão é ajudar a comunidade global de investidores institucionais a incorporar ativos digitais em seus fluxos de trabalho de maneira confiável e familiar, no Terminal Bloomberg. À medida que este mercado se desenvolve, continuaremos a desenvolver nossas ofertas orientadas por dados para ajudar nossos clientes a definir e desenvolver suas estratégias nesse espaço.”, disse Alex Wenham, gerente de produto para criptomoedas da Bloomberg.

Recentemente também Bloomberg e Kaiko emitiram a primeira série de Identificadores Globais de Instrumentos Financeiros (FIGIs) cobrindo criptoativos.

Intelipost compensa carbono com a Moss

A Intelipost, fornecedora de soluções tecnológicas na nuvem para a logística, recebeu o selo Carbon Friendly por compensar parte das emissões de carbono geradas entre 2019 e 2021.

A iniciativa aconteceu em parceria com a Moss a compensação foi feita por meio do MCO2, um token que representa um crédito de carbono registrado em blockchain.

Para o cálculo da compensação, a Moss realizou um inventário de carbono, ou seja, uma análise das emissões geradas a partir das atividades administrativas do escritório, como o uso do ar-condicionado, consumo de energia elétrica, refrigeradores, entre outros.

No caso da Intelipost, o inventário apontou a necessidade de compensação de 187 toneladas de CO2, que equivalem a quase 34 voltas de carro em torno do planeta Terra.

“Essa iniciativa reforça que a Moss está pronta para neutralizar as emissões de empresas de todos os segmentos e de todos os portes, dando força e voz para uma iniciativa tão importante para o meio ambiente como é a neutralização da pegada de carbono”, destaca Luis Felipe Adaime, fundador e CEO da Moss.

LEIA MAIS