As taxas médias de transação do Bitcoin caíram abaixo da marca de US$ 1 e estão de volta aos níveis de antes do halving.

De acordo com dados do site BitInfoCharts, de 20 de maio a 14 de junho, as taxas de transação do Bitcoin (BTC) diminuíram 91%, de US$ 6,65 para US$ 0,56. Isso segue um pico pós-halving, no qual as taxas aumentaram mais de 1600% entre 5 de abril e 20 de maio.

Fonte: BitInfoCharts

Custos de transação após o halving de 2016

O segundo halving do BTC em 2016 viu as taxas aumentarem 200%, passando de US$ 0,08 em 1º de maio para um pico local de US$ 0,24 em 31 de julho. No entanto, as taxas de transação durante o halving (US$ 0,17 em 9 de julho) foram aproximadamente as mesmas nos dois meses após o halving, de U $ 0,37 em outubro de 2016.

As taxas da rede Ethereum superam o Bitcoin

O Cointelegraph informou que as taxas diárias da rede Ethereum (ETH) superavam as da rede BTC nos dias 6 e 7 de junho.

Taxas altas de transação normalmente indicam congestionamento da rede, durante o qual os usuários provavelmente pagarão mais para que suas transações sejam processadas. Até o momento, a rede Ethereum atualmente possui 105.474 transações não confirmadas, enquanto o número na rede Bitcoin é inferior a 1.000. A taxa média de transação do ETH subiu para mais de US$ 4 em 11 de junho, antes de cair para US$ 0,40.

A taxa de transação mais alta na rede do Bitcoin foi de US$ 55,16, dias após a criptomoeda atingir seu recorde histórico de mais de US$ 20.000 em dezembro de 2017.

Leia mais: