O Bitcoin superou mais uma vez sua máxima histórica de valor no Brasil e atingiu um preço acima de R$ 151 mil.

Desta forma, com uma valorização acima de 8% nesta quarta, 30 de dezembro, o criptoativo 'cravou' sua marca como o melhor investimento no Brasil quando comparado a qualquer ação ou produto de investimento da B3.

Com relação ao seu valor em dólar o Bitcoin passou de US$ 29 mil e também atingiu uma máxima histórica em dólares.

O diretor técnico da empresa de analise de dados do mercado de criptomoedas, Glassnode, Rafael Schultze-Kraft, descreveu que vários indicadores técnicos do Bitcoin (BTC) apontam para um cenário "insanamente otimistas", com previsões de preço apontando que o ativo deve aumentar mais de 10 vezes em valor. 

Schulze-Kraft tuitou recentemente sua previsão ultra-otimista, dizendo que seis dos indicadores de mercado mais importantes da rede que estão atualmente nos mesmos níveis que estavam no início de 2017”.

Cada uma das previsões (ou estimativas) da Schulze-Kraft vê o Bitcoin se dividindo em seis dígitos, com todos, exceto um, sugerindo que o BTC ultrapassará US$200.000.

Cenário de queda

No entanto, apesar da alta e do cenário otimista, especialistas apontam que 2021 pode não ser um um ano de alta para o BTC já que há incertezas sobre alguns pontos relacionados ao mercado.

Um deles uma possível proibição das stablecoins, como o USDT que responde por 60% das negociações do mercado de criptoativos.

Além disso, uma vacinação em massa no mundo para conter a pandemia do coronavírus, como vem ocorrendo, poderia abreviar o ciclo de contaminação, o que indicaria um fortalecimento dos ativos tradicionais — e, por consequência, indicaria um enfraquecimento do Bitcoin.

Essa é a opinião de João Marco Braga da Cunha, gestor de portfólio da Hashdex.

“É provável que em algum momento a cotação recue, como é da natureza dos criptoativos. Mas não parece que estamos diante de uma bolha, que causaria um recuo tão grande no preço, assim como aconteceu no final de 2018. A euforia do recorde pode estimular um movimento de realização de lucros, assim como acontece no mercado de ações.”, disse.

LEIA MAIS