O preço do Bitcoin (BTC) parece estar se preparando para outra tentativa em direação à marca de US$ 11K, mas os traders não deveriam ficar muito animados, pois a resistência na zona de US$ 11.000-US$ 11.200 e em US$ 11.389 tem impedido o preço de subir nas últimas semanas.

Crypto Fear & Greed Index. Fonte: Alternative.me

Atualmente, o Crypto Fear & Greed Index registra 49, o que mostra que os investidores em criptomoedas se sentem neutros em relação ao estado atual do mercado. Embora seja difícil avaliar a precisão do indicador, o preço e o volume do Bitcoin têm estado relativamente estáveis, já que o preço está basicamente entre US$ 9.900-US$ 11.200.

Gráfico diário do BTC/USDT. Fonte: TradingView

Como mostra o gráfico diário, desde 18 de setembro, o preço do Bitcoin oscilou entre as linhas de tendência do triângulo simétrico e, se a compressão continuar, os investidores começarão a esperar que um movimento decisivo ocorra na próxima semana.

No caso de o preço cair do triângulo simétrico, a faixa de perfil de volume visível (VPVR) mostra interesse de compra de US$ 9.950 a US$ 9.200 e, olhando para trás, de 3 a 10 de setembro, touros consistentemente compraram mergulhos abaixo de US$ 10.000.

Conforme mencionado em uma análise anterior, no momento parece que os traders estão esperando que o preço do Bitcoin faça um movimento mais forte acima de US$ 11.500 ou abaixo de US$ 9.800 antes de se tornarem mais engajados no mercado.

Os tokens DeFi caem conforme o preço do Bitcoin se consolida

Embora o preço do Bitcoin tenha se mantido relativamente estável, os tokens DeFi parecem ter perdido seu ímpeto de alta.

No momento em que este artigo foi escrito, o índice Top 100 DeFi Coins da CoinGecko mostra que 45 dos 100 tokens listados registraram perdas nas últimas 24 horas e os dados da Uniswap mostram que o volume diminuiu quando comparado ao recorde de US$ 953 milhões alcançado em 1º de setembro.

Volume de negociação diário da Uniswap. Fonte: Uniswap

Mesmo os principais queridinhos do DeFi, como o Yearn.finance (YFI), Aave (LEND) e Chainlink (LINK), corrigiram drasticamente no mês passado e os traders vão notar que o YFI está atualmente em queda de 43% em relação ao seu máximo histórico de US$ 44.000.

Alguns analistas sugeriram que os lucros e fundos investidos em protocolos DeFi estão constantemente voltando para o Bitcoin, mas os dados ainda não sustentam essa narrativa.

Desempenho diário do preço do Bitcoin. Fonte: Coin360

À medida em que os tokens Bitcoin e DeFi buscam impulso, as altcoins conseguiram acumular ganhos marginais. No momento da escrita dese artigo, o Ether (ETH) está em alta de 0,50%, o Binance Coin (BNB) adicionou 5,19% e o Cosmos (ATOM) subiu 8,39%.

De acordo com a CoinMarketCap, a capitalização geral do mercado de criptomoedas está agora em US$ 346,5 bilhões e o índice de dominância do Bitcoin está atualmente em 57,6%.

Acompanhe os principais mercados cripto em tempo real aqui

LEIA MAIS;