O Bitcoin (BTC) continuou sua ampla tendência de baixa em direção a US$ 7.000 em 12 de dezembro, não conseguindo romper com um padrão de comportamento que deixou os traders sem inspiração.

Visão geral diária do mercado de criptomoedas. Fonte: Coin360

Bitcoin poderia sofrer uma “queda significantiva”

Os dados da Coin360 apresentaram uma negociação do par BTC/USD com queda em torno de 1,2% no dia, com apenas uma breve subida para US$ 7.265, pontuando o desempenho de outra maneira sem brilho.

O aumento repentino foi de encontro à pressão de venda em questão de minutos, com os mercados caindo para mínimos locais de US$ 7.107 antes de se recuperar aos níveis atuais em torno de US$ 7.150.

Gráfico de preços de sete dias do Bitcoin. Fonte: Coin360

No entanto, o Bitcoin perdeu mais de 3% desde a semana passada, com as esperanças dos traders de um novo teste de resistência próximo de US$ 8.000 até agora sem qualquer resposta.

Agora, Michaël van de Poppe, colaborador regular do Cointelegraph, disse que se não aparecer um novo impulso, o Bitcoin pode estar se preparando para uma queda "significativa".

"Mercados chatos e frágeis por aqui", resumiu em sua última atualização no Twitter na quinta-feira.

O potencial de queda pode levar o par BTC/USD a cair para baixo em níveis anteriores em torno de US$ 6.500, acrescentou, enquanto um impulso para uma subida colocaria os níveis de US$ 7.500 de volta na equação.

Enquanto isso, o colaborador filbfilb se mostrava mais avesso ao risco. Revelando seu plano de risco de curto prazo para seus leitores na quarta-feira, ele confirmou que estava short no BTC, observando uma provável queda abaixo de US$ 7.000.

"No geral, estar otimista até antes do halving é apenas uma questão de tentar gerenciar a entrada ideal no médio prazo", acrescentou.

Como o Cointelegraph relatou, as preocupações com o desempenho do Bitcoin antes do halving (queda pela metade da recompensa por bloco minerado) de maio se espalharam rapidamente através de círculos analíticos.

O estatístico Willy Woo disse anteriormente que a ação de baixa de preços fez com que o Bitcoin caísse antes do halving como nunca antes havia acontecido, enquanto Keith Wareing alertou que o par BTC/USD poderia cair tão baixo quanto US$ 2.500 em análise para o Cointelegraph no fim de semana.

Altcoins continuam a perder terreno

Enquanto isso, as altcoins se desenvolveram de uma maneira amplamente negativa na quinta-feira, seguindo a linha do Bitcoin. As vinte principais criptomoedas por valor de mercado tiveram no geral perdas de 1-2%.

O Ether (ETH), a maior altcoin, teve desempenho pior, perdendo 3,6% e sendo negociada a US$ 141.

Gráfico de preços de sete dias do Ether. Fonte: Coin360

O Cosmos (ATOM) apresentou ganhos de 4,6% no mesmo período, enquanto Tezos (XTZ) foi negociado com alta de 1,3%.

O valor total do mercado de criptomoedas era de US$ 195 bilhões no momento desta publicação, com a participação do Bitcoin em 66,7%.

ACOMPANHE os principais mercados de cripto em tempo real aqui