O Bitcoin (BTC) deixou mais uma vez o Ibovespa comendo poeira e registrou uma valorização de 14,85% no mês de julho enquanto o principal índice do mercado de ações do Brasil fechou em queda de 3,94%.

Julho foi um mês de muitas emoções com relação ao preço do Bitcoin que chegou a registrar um de seus piores valores no ano, sendo negociado abaixo de US$ 30 mil.

Contudo julho também registrou uma das maiores sequências de valorização da criptomoeda que ficou no positivo durante 9 dias consecutivos antes de recuar 5%.

O resultado positivo no Bitcoin também impulsionou os fundos de investimento com exposição em criptomoedas no Brasil como VTR Cripto registrando uma alta de mais de 26%, superando inclusive a valorização do Bitcoin.

FUNDONO MÊSNO ANO3 MESES
BTG PACTUAL BITCOIN 20 FI...3,26%-7,82%-6,37%
QR BLOCKCHAIN ASSETS FIM ...6,30%59,86%-20,06%
QR BTC MAX FIM IE16,76%36,41%-31,70%
VTR QR CRIPTO FIM IE20,64%46,59%-26,10%
VITREO CRIPTOMOEDAS FIC F...20,43%46,04%-25,81%
VITREO CRIPTO METALS BLEN...6,79%3,94%-7,37%
VITREO BITCOIN DEFI FIM-0,87%-24,36%-26,94%
VITREO BITCOIN DEFI FIA-4,06%-5,24%-
VITREO CRIPTO DEFI FIC FI...13,18%-40,55%-39,41%
HASHDEX 20 NASDAQ CRYPTO ...3,02%14,63%-5,85%
HASHDEX 40 NASDAQ CRYPTO ...5,54%26,79%-12,81%
HASHDEX 100 NASDAQ CRYPTO...11,86%51,40%-33,16%
HASHDEX BITCOIN FULL 100 ...16,59%33,90%-33,82%
HASHDEX OURO BITCOIN RISK...7,04%0,12%-11,44%
HASHDEX BITCOIN I FIM IE16,77%34,65%-33,78%
HASHDEX CRIPTOATIVOS II F...5,60%27,35%-12,50%
HASHDEX CRIPTOATIVOS I FI...3,08%15,16%-5,56%
BLP CRYPTO ASSETS FIM IE1,01%69,60%-29,10%
BLP CRIPTOATIVOS FIM0,37%13,97%-5,47%
BOHR ARBITRAGE CRIPTO FIM...-0,81%30,64%1,71%
TITANIUM CRIPTO FIM IE1,52%-1,67%-1,31%
CDI (Benchmark)0,36%1,64%0,93%

ETF

Além dos fundos de investimento com exposição em criptomoedas, está começando a se formar na Bolsa de Valores brasileira, um ecossistema de ETFs (Exchange Traded Funds) que investem no setor de criptoativos.

A Comissão de Valores Mobiliários, CVM, aprovou 5 ETFs do gênero ao longo de 2021 colocando nosso país à frente dos EUA e ao lado do Canadá na corrida dos ETFs de criptoativos

Desta forma, em agosto, quando a maioria destes ETFs de criptomoedas devem estrear na B3, promete ser um mês de maior concorrência entre os produtos tradicionais de investimento com exposição ao mercado cripto.

Pela natureza dos fundos, obrigatoriamente regulados pela CVM e aprovados pela B3, tornam-se uma opção mais prática para investidores institucionais e de varejo que desejam se expor a essa nova classe de ativos, mas não querem passar por todo o processo de comprar o ativo ‘spot’ em corretoras.

O investidor brasileiro terá em breve acesso a todos os 5 que se dividem em: 2 inteiramente de bitcoin, 2 inteiramente de ethereum e uma cesta de diversos criptoativos. Apenas dois desses 5 já estão disponíveis na bolsa, outros 3 já foram aprovados pela CVM e em breve serão listados. 

Essa diversidade possibilita que cada investidor escolha sua estratégia e o que lhe é mais vantajoso. Para isso, é  interessante que saibam das opções disponíveis e suas características, como taxas cobradas, exposição, estrutura e etc.

Confira um breve levantamento com essas informações de cada um.

 

Ações

Além das criptomoedas quem também apresentou resultado positivo no mês foram os BDRs (Brazilian Depositary Receipt), com alta de 5,91%, e o dólar  que também subiu 4,77%, ajudando inclusive a elevar o valor do Bitcoin no Brasil.

No mesmo período, o outro teve alta de 2,26%, o iflix, que mede a variação dos fundos imobiliários, subiu 2,51% no mês. Já os títulos do Tesouro Direto Selic com vencimento em 2025 também ficaram no positivo com alta de 0,46% mas abaixo da inflação medida pelo IPCA que foi de 0,72%.

LEIA MAIS