O começo de 2022 não está sendo nada positivo para o preço do Bitcoin (BTC) que já caiu cerca de 20% no ano, chegando na marca de US$ 40 mil e trazendo preocupação para os investidores de criptomoedas que acreditavam em uma nova alta parabólica que levaria o BTC acima de US$ 100 mil.

No entanto, enquanto parte dos analistas ainda acredita que o atual mercado de baixa é apenas temporário, o trader Peter Brandt, que foi certeiro em 2018 ao prever um forte recuo no preço do Bitcoin, o que de fato ocorreu levando o BTC de uma alta perto de US$ 20 mil para uma baixa na marca de US$ 3 mil.

Brandt aponta que a queda atual, diferente das outras que ocorreram em 2021, mostra que o BTC saiu de seu avanço parabólico e que isso pode significar uma queda de cerca de 80% na criptomoeda e, portanto, isso levaria o BTC para o nível de US$ 8 mil.

Quem também concorda com Brandt é Jeff Ross, CEO da firma de investimentos Vailshire Capital, que disse que os investidores do mercado de criptomoedas terão uma chance única de comprar Bitcoins por um preço muito barato nos próximos meses.

Não cometa esse erro

Porém uma baleia do mercado de criptomoedas, conhecida como Light, afirma que os investidores de Bitcoin que acreditam em Brandt e vendem seu BTC no momento atual estão cometendo um grande erro e que elas serão punidas em breve com uma nova alta na maior criptomoeda do mercado.

“Não gosto de falar em termos determinísticos, mas se você vendeu aqui, acho que vendeu apenas o fundo.”

Kyle Davies, o cofundador da empresa de investimento em criptografia Three Arrows Capital, compartilha do mesmo sentimento e destaca que o valor atual, em pouco mais de US$ 40 mil é o fundo do poço para o BTC e, desta forma, ele não vai cair além desta marca

“Tenho meditado por três semanas, sem Twitter, apenas orações. Eu vi o futuro. E não inclui a morte do Bitcoin. Levante-se como uma fênix das cinzas, o fundo do BTC está dentro".

O mesmo otimismo é compartilhado pelo conhecido analista Michaël van de Poppe que vê sinais de uma nova subida para o Bitcoin e destaca que a criptomoeda está criando uma 'divergência de alta'

“O valor mais baixo do Bitcoin está criando uma divergência de alta ao mesmo tempo em que conta com um suporte massivo de $ 41.000. Se atingir $ 42,8-42,9 mil, é provável que aconteça um teste de $ 46 mil e, então, a divergência de alta se desenrola", pontua

LEIA MAIS