Um investidor que investisse US$ 1 no Bitcoin há uma década teria dinheiro suficiente para comprar um iate de luxo - mas aqueles que investissem a mesma quantia em ouro teriam apenas o suficiente para comprar uma barra de chocolate.

O analista de criptomoeda Willy Woo publicou um gráfico no Twitter em 9 de junho, examinando o desempenho do Bitcoin (BTC) x ouro em um período de dez anos.

Segundo Woo, se alguém tivesse colocado apenas US$ 1 em BTC em 2009, seu investimento valeria US$ 12,8 milhões hoje. No entanto, um investimento comparável em ouro mal teria retornado, apenas US$ 1,66 em 2020. 

"Dedico humildemente este gráfico a Peter Schiff em homenagem à sua incansável crítica do Bitcoin ao seu público defensor do ouro", disse Woo.

Schiff é um fiel defensor do ouro que afirmou que "apenas os tolos estão escolhendo o Bitcoin" em vez de ouro. Ele disse:

"Se você investir US$ 12,8 milhões em Bitcoin hoje, daqui a 10,7 anos terá sorte se ainda puder comprar uma barra de chococlate".

'Ouro digital' é a melhor analogia?

Não há dados sobre criptomoedas antes de 2009 (porque eles não existiam), mas muitos vêm divulgando o ouro como uma compra inteligente há décadas.

No entanto, o ouro tem sido um investimento relativamente fraco nos últimos quarenta anos. Ajustado pela inflação, o preço do ouro chegou a pouco mais de US$ 2.200 em 1980 e atualmente é avaliado em US$ 1.713. Se você o comprou em fevereiro de 1980, teria um retorno negativo de US$ 500 em termos ajustados à inflação. 

Preço ajustado do ouro. Fonte: Macrotrends.com

É preciso se perguntar se os investidores em criptomoedas que rotulam o BTC como 'ouro digital' poderiam apresentar uma metáfora melhor. Se o mercado de metais preciosos se tornar um bom investimento, os defensores do ouro poderão começar a chamar de 'criptomoeda física'.

Leia mais: