As finanças descentralizadas (DeFi) dominaram as manchetes da mídia ao longo de 2021 e o setor, junto com o de tokens não fungíveis (NFTs), contribuiu para dar início à adoção em massa de criptomoedas.

Embora os altos rendimentos provenientes de staking e os lucros instantâneos de com vendas de arquivos jpeg tenham se mostrado muito lucrativos para os investidores, é importante lembrar que nada disso teria sido possível sem os recursos subjacentes da tecnologia dos contratos inteligentes.

A rede Ethereum continua sendo, sem dúvida, a plataforma de contratos inteligentes de primeira camada dominante no ecossistema de criptomoedas, mas todos reconhecem os problemas de escalabilidade e das altas taxas de gás que assolam a rede líder do mercado.

Em 2021,  concorrentes como Avalanche e Binance Smart Chain tornaram-se compatíveis com a Ethereum Virtual Machine (EVM) e isso produziu resultados positivos para os investidores de ambos os ecossistemas.

Vamos dar uma olhada em alguns dos protocolos de primeira camada de melhor desempenho no quarto trimestre de 2021 e investigar como parcerias, investimentos de instituições financeiras tradicionais e desenvolvimentos dos projetos podem beneficiá-los ainda mais em 2022.

Algorand

O Algorand (ALGO) é uma rede blockchain de primeira camada cujo mecanismo de consenso é a Prova-de-Participação (PoS), e que é projetada para ser autossustentável e altamente escalável, tornando-a capaz de lidar com cargas de transações pesadas com custos mínimos.

No quarto trimestre, o protocolo lançou o Algorand Virtual Machine, habilitando aplicativos descentralizados (DApps), o que significa que projetos DeFi e NFT agora podem operar na rede.

Tether (USDT) e USD Coin (USDC) já haviam sido lançados na rede, de modo que sua integração com novas plataformas DeFi foi relativamente fácil, viabilizando a rápida acumulação de liquidez. O lançamento do Fundo ALGO Viridis, de US$ 150 milhões, pela Fundação Algorand também foi projetado para acelerar o desenvolvimento do ecossistema DeFi na rede.

O projeto também atraiu a atenção de investidores institucionais e uma injeção de dinheiro considerável veio da Borderless Capital, que lançou um fundo de US$ 500 milhões para ajudar a desenvolver DApps no Algorand. A Hivemind Capital Partners também selecionou o protocolo como seu primeiro parceiro da área de tecnologia.

Estamos entusiasmados em anunciar o lançamento do Fundo ALGO II, de US$ 500 milhões!

— Borderless Capital (@borderless_cap)

Em outubro, a Algorand lançou recursos de governança que permitem aos titulares da ALGO participar do desenvolvimento futuro do protocolo.

Gráfico diário ALGO/USDT. Fonte: TradingView

Em 18 de novembro, a 21Shares anunciou o lançamento de um produto negociado em bolsa lastreado pelo Algorand que contribuiu para desencadear uma rali de alta no preço do ALGO, que chegou a US$ 2,99, o recorde anual do ativo neste ano até agora.

Tezos

A Tezos (XTZ) é uma blockchain flexível de Prova-de-Participação (P-o-S) projetada para evoluir ao longo do tempo sem a necessidade de passar por hard forks. No quarto trimestre, entidades financeiras tradicionais, como o Arab Bank Switzerland, firmaram parceria com o protocolo para lançar serviços de staking, negociação e custódia do XTZ, o token nativo do projeto.

Em 7 de dezembro, o projeto ganhou as manchetes depois de expandir seu ecossistema NFT por meio de uma parceria com a gigante de jogos eletrônicos Ubisoft. A plataforma Ubisoft Quartz usa blockchain da Tezos, e os jogadores de Ghost Recon: Breakpoint poderão comprar e negociar NFTs específicos do jogo no marketplace.

Em 15 de dezembro, a Rarible, um popular marketplace de NFTs, também anunciou a integração da blockchain da Tezos ao seu ecossistema. Isso significa que os usuários da Rarible podem comprar, vender e negociar NFTs da Tezos em um ambiente muito mais acessível do que no marketplace da Rarible baseado na rede Ethereum.

O blockchain da Tezos agora está disponível na Rarible

Aqui está tudo o que você precisa saber: https:

- Rarible (@rarible)

Em parte, o aumento da atenção sobre a blockchain da Tezos é justificado pela eficiência energética da rede em um mundo que está se tornando cada vez mais focado na sustentabilidade.

De acordo com um relatório recente de pegada de carbono da PricewaterhouseCoopers Advisory SAS, a rede Tezos logrou um aumento de 70% na eficiência energética ao longo de 2021. Agora, o consumo anual de energia estimado da rede equivale ao mesmo que a pegada de carbono de 17 pessoas.

Gráfico diário XTZ/USDT. Fonte: TradingView.

No momento em que este artigo foi escrito, a XTZ estava sendo negociada a um preço de US$ 4,34, depois de ter atingido uma alta anual de US$ 9,17 em 3 de outubro. Isso foi um pouco antes da ampla desaceleração do mercado que pressionou para baixo os preços em todo o ecossistema cripto à medida que o mercado entrava as últimas semanas de 2021.

Elrond

A Elrond (EGLD) é uma plataforma de blockchain para aplicativos distribuídos e negócios de nível corporativo que tem o objetivo de se tornar o ecossistema de tecnologia líder da “nova internet”.

De acordo com o site do projeto, a rede utiliza tecnologia de sharding para permitir o processamento de 15.000 transações por segundo (TPS) com um custo médio de transação de US$ 0,001.

A alta de preços do token EGLD no final do ano veio após o lançamento de um programa de incentivo de liquidez de US$ 1,29 bilhão da exchange descentralizada (DEX) Maiar, baseada na Elrond.

Gráfico diário EGLD/USDT. Fonte: TradingView.

Antes do lançamento do programa de liquidez, o preço do EGLD estava subindo graças à adoção cada vez maior do token como meio de pagamento digital, incluindo uma parceria com o festival de música romeno Untold, que anunciou que ingressos para o festival de 2021 poderiam ser adquiridos usando EGLD.

The views and opinions expressed here are solely those of the author and do not necessarily reflect the views of Cointelegraph.com. Every investment and trading move involves risk, you should conduct your own research when making a decision.

LEIA MAIS