Kleyton Alves, fundador da A2 Trader, acusada de ser uma pirâmide financeira, gravou uma 'live' no dia 21 de setembro no qual declara que as notícias de que a Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, CVM, analisa as atividades da empresa, não passam de Fake News.

Entretanto, Alves é quem vem divulgando notícias incorretas. Basta realizar uma busca no site da CVM, no menu na lateral esquerda em "Processo" - "Consultar Andamento de Processo", depois no botão, "Consulta de Processos Administrativos" e no campo "Requerente" digiitar "A2 Trade".

Andamentos Abertos

Processo aberto somente na unidade:
GER-3 - Gerência de Registros 3

Informações do Processo

Processo:19957.006371/2019-42 (SP2019/378)
Data de Autuação:17/06/2019
Tipo do Processo:Orientação: DENÚNCIA
Interessados:

Gerência de Orientação aos Investidores 2
A2 TRADER
KLEYTON ALVES PINTO
https://a2trader.investments
32.668.235/0001-42

Além de declarar que a CVM não analisa as atividades da empresa, Alves ainda diz que a "CVM só quer derrubar empresas" e que o dinheiro dos investidores está aplicado no Mercado Forex no exterior.

"Informamos a existência do Processo Administrativo SEI nº 19957.006371/2019-42, que foi aberto em decorrência de denúncia contra A2 TRADER. (...) Caso sejam identificados indícios de atuação irregular da A2 TRADER e/ou do Sr. Kleyton, poderá a CVM determinar a suspensão da atividade irregular, aplicar as sanções administrativas previstas no art. 11 da Lei 6385 e comunicar a ocorrência de crime contra o mercado de capitais e/ou a existência de indícios de crime de ação pública, ao Ministério Público", disse a CVM.

Lembrando que a atividade de Forex é proibida no Brasil justamente pela CVM que afirma que ninguém, até o momento, está liberado para atuar neste segmento ou captar recursos de cidadãos brasileiros para investir neste mercado.

"Até o presente momento, não há qualquer oferta relacionada ao mercado Forex registrada na CVM ou corretora autorizada pela Autarquia a atuar nesse mercado. O material deixa claro que os investidores que decidem investir nesse mercado ficam expostos não só aos riscos relacionados à estratégia de investimento, mas também à insegurança decorrente de fornecer dados pessoais a entidades de idoneidade incerta", diz a CVM

Alves ainda declara que nenhum governo pode mexer no dinheiro dos investidores que aplicaram na A2 Trader e que os sites que divulgam denúncias sobre a empresa fazem isso pois são "pagos para isso". e afirma, rindo, que a autarquia pode até fechar o site, mas eles abrem outro.

"Muita gente acha que a CVM vai fechar a A2 trader, não é assim (....) Seu dinheiro  está onde nenhum governo pode mexer. No máximo que pode acontecer é eles tiraram o site do ar, no máximo. Mesmo assim, isso não faz diferença nenhuma (...) se tirar do ar a gente abre outro, simples, nossos servidores estão fora do Brasil", declara.

O fundador da A2 Trade também afirma que a empresa não realiza operações em Bitcoin mas que esta ajustando a plataforma para operar com a criptomoeda

Como noticiou o Cointelegraph, a CVM está analisando, além da A2 Trader, outras duas empresas que oferecem investimento em marketing multinível ligado a criptomoedas, sob acusação de operarem pirâmides financeiras.

As empresas são a Blue Benx e NYC Technology que têm oferecido a seus clientes grandes rendimentos através de diversas operações envolvendo Bitcoin e outras criptomoedas.