O preço do Bitcoin (BTC) e do Ether (ETH) caiu 13% e 21%, respectivamente, em minutos no dia 2 de agosto. A ação liquidou mais de US$ 1 bilhão em contratos futuros, uma vez que o BTC/USD caiu de cerca de US$ 12.000 para cerca de US$ 10.550.

Gráfico de 1 hora BTC / USD. Fonte: Tradingview

Parece haver duas razões principais por trás da súbita cascata de liquidações. Primeiro, o volume no mercado de criptomoedas tende a cair nos finais de semana. Segundo, o mercado foi fortemente influenciado por compradores.

Mercado de criptomoedas, 2 de agosto. Fonte: Coin360

Movimento surpresa no fim de semana atinge o mercado de criptomoedas mais uma vez

O mercado de criptomoedas tende a sofrer grandes liquidações durante o fim de semana. A liquidez geralmente cai, pois há menos traders ativos no mercado. Um volume menor leva a movimentos massivos de preços, à medida que as criptomoedas se tornam mais vulneráveis.

As liquidações em massa se tornam mais prováveis ​​durante o fim de semana, porque uma grande liquidação pode desencadear uma cascata de liquidações. Quando um contrato longo é liquidado, como exemplo, ele força o comprador a vender no mercado, causando pressão de venda.

Quando centenas de milhões de dólares em contratos longos começaram a ser liquidados, o Bitcoin e o Ether caíram rapidamente. O Bitcoin caiu de US$ 12.000 para US$ 10.600 em 15 minutos, enquanto o Ether caiu de US$ 417 para US$ 300.

Porém, liquidações em massa ocorreram várias vezes nos últimos cinco meses. Mais notavelmente, na chamada “Black Thursday”, em 13 de março, ocorreram US$ 1 bilhão em liquidações. Da mesma forma, pouco antes do halving de 11 de maio, o preço do Bitcoin caiu para US$ 8.100, resultando em liquidações em massa.

Bitcoin e Ethereum foram fortemente influenciados pelos compradores

Nos últimos dias, especialmente após o aumento do Bitcoin acima de US$ 11.000, o mercado de criptomoedas foi fortemente influenciado pelo lado dos compradores. As taxas de financiamento de Bitcoin e Ether estavam se aproximando de níveis que não são sustentáveis por um período prolongado.

As exchanges de futuros, como BitMEX e Binance Futures, utilizam um mecanismo chamado "financiamento" para implementar o equilíbrio no mercado. Quando a grande maioria dos participantes do mercado possui contratos longos, os pequenos são incentivados com uma taxa e vice-versa.

Antes da queda, a taxa de financiamento do Bitcoin estava em torno de 0,0721%. Como a taxa média de financiamento do BTC é de cerca de 0,01%, o mercado foi dominado por contratos longos.

O desequilíbrio do mercado foi ainda pior para o Ether. A taxa de financiamento do ETH foi de 0,21%, o que indica um viés de alta significativo. Mas após as liquidações, a taxa de financiamento prevista do ETH é de 0,19%. Isso sugere que os longos do ETH não foram liquidados, ao contrário do Bitcoin.

Taxa de financiamento do Ether nas principais exchanges de futuros. Fonte: Skew

Michael van de Poppe, um operador da Bolsa de Valores de Amsterdã, previa anteriormente que o Ether poderia cair para US$ 300 como resultado. Ele disse:

"Vamos ver o $ETH em US$ 300-320".

Por enquanto, alguns traders antecipam ações laterais para os próximos dias, já que o Bitcoin se recuperou para um nível-chave de suporte em US$ 11.300 e um gap de futuros da CME provavelmente surgirá na segunda-feira, dado o preço de fechamento de sexta-feira de US$ 11.630.

"O cenário de alta depende do limiar crucial de US$ 11.300-11.400 como o pivô do preço do Bitcoin", explicou Van de Poppe em sua última análise técnica do BTC.

No médio prazo, entretanto, há um otimismo crescente sobre a tendência de preços do Bitcoin. Quando perguntado se o BTC atingirá um novo recorde histórico, Kelvin Koh, da Spartan Black, disse:

“Sem dúvida. O BTC atingiu um novo ATH em cada um dos últimos 3 ciclos e este não será exceção. O efeito da escassez, o halving e mais capital entrando nas criptomoedas garantirão isso.”

Leia mais:

ACOMPANHE OS MELHORES MERCADOS DE CRIPTO EM TEMPO REAL aqui